Teewa – uma vitrine de produtos na palma da mão

Você já pensou em não ter mais que ir a vários lugares em busca de um determinado produto ou ficar pesquisando em diversos sites informações sobre o que precisa ? E se no seu smartphone você tivesse acesso a uma plataforma que te indicasse exatamente onde ir sem que você perdesse a viagem ? Essa é a proposta do Teewa, aplicativo desenvolvido por um grupo de alunos do Instituto de Computação da UFAM (IComp/UFAM) e que permite ao usuário escolher exatamente o local onde vai comprar, antes mesmo de sair de casa e com isso não perder a viagem. O app é gerenciado pela startup de mesmo nome e que atualmente está incubada no Centro de Desenvolvimento Empresarial e Tecnológico da Ufam (CDTECH/Ufam).

“Antes as pessoas recorriam às listas telefônicas mas agora com a praticidade da internet, a pesquisa pelos produtos ou serviços chega pelas redes sociais, grupos de whattsapp. Queremos ser um mecanismo fácil de compra para o consumidor e de venda para o lojista”, destaca Edleno Silva de Moura, Doutor em Ciência da Computação, professor do IComp/UFAM, e um dos mentores do grupo de empreendedores.

A ideia do aplicativo que significa ‘fartura’ em tupi-guarani surgiu há pouco mais de um ano, quando Edleno precisou comprar uma conexão tipo ‘joelho’ com algumas especificações técnicas para resolver um vazamento em casa e teve que deslocar-se a vários estabelecimentos comerciais próximos de onde morava e mesmo depois de ter ido a cinco lugares diferentes na vizinhança, Edleno somente conseguiu comprar a peça num bairro bem distante de sua residência. “Custou R$ 3, mas gastei muito mais com  gasolina. Todo mundo enfrenta um problema como esse. Quem tem filho pequeno em casa por exemplo, tem o costume de pesquisar onde tem promoção de fralda, vai a vários lugares, pergunta aos amigos e o Teewa chega para simplificar”, disse.

O aplicativo permite que o usuário solicite o produto que deseja, receba a informação sobre os lugares que dispõem do material e o consumidor passa a ser atendido via chat por um atendente da loja que vende o produto e esclarece as dúvidas do cliente. O app permite ainda o envio de imagens como forma de facilitar a comunicação entre o cliente e o vendedor.

O acesso é feito por meio de cadastro do perfil do cliente e as lojas e o vendedor não têm acesso ao número do telefone do consumidor, o que ajuda a evitar abordagens indesejadas.

Especialista em projetar e desenvolver soluções tecnológicas de ponta, Edleno percebeu que todos os sistemas atuais fazem o contrário: o lojista apresenta as ofertas e o cliente fica com a tarefa de procurar a oferta que lhe satisfaz. “No Teewa temos o inverso, o consumidor é quem solicita o produto”, ressalta Edleno.

 

De graça

O acesso à ferramenta é gratuito para o consumidor e também para o estabelecimento interessado em fazer parte do Teewa. Atualmente, o app está disponível para download na Google Store e até março de 2017 poderá ser baixado em smartphones IOS.

Na versão atual, já é possível encontrar produtos dos segmentos da construção civil, pet shop, farmácias e autopeças. Em breve, haverá também consulta de oportunidades do mercado imobiliário.

Expectativa

O grupo fundador da startup tem a participação de cinco alunos e ex-alunos do IComp/UFAM. Entre os próximos desafios está a inclusão de um recurso que permite o pagamento das compras feitas a partir do próprio aplicativo. A empresa está de olho no mercado de e-commerce por meio de apps que no Brasil responde por 10% das compras efetivadas nas plataformas on-line.

Um sonho realizado e um negócio em mente.

Se para o mercado o Teewa representa uma nova estratégia de negócio, para Erick Ribeiro, 21, recém formado em Ciência da Computação e com a missão de desenvolver o app para rodar em aparelhos IOS, o Teewa é um produto que ele sonha em ver a família fazendo o uso diariamente. “É muito gratificante ver que aquilo que a gente ajudou a construir não vai ficar no anonimato. Não vejo a hora dos meus pais estarem usando essa ferramenta no dia a dia deles”, ressaltou.