Por que seu condomínio precisa de um advogado ou assessoria jurídica?

Morar em condomínio nos oferece mais segurança, mas junto com o conforto há as situações pertinentes ao convívio, seja por vaga no estacionamento, problemas com animais de estimação, vizinhança, encanamento, crianças, além de problemas com pagamentos e com o regulamento do condomínio, estas são algumas situações corriqueiras que nem sempre são resolvidas amigavelmente, principalmente em caso de reincidência. Para uma melhor orientação de como agir e solucionar essas situações e muitas outras todo condomínio deve buscar por um auxílio jurídico, seja ao contratar um advogado ou uma assessoria jurídica.

Segundo o Advogado Anderson Lincoln Vital, “justifica-se a assessoria jurídica para condomínios não somente para a realização de cobranças de taxas condominiais, com objetivo de pagamento de folha de pessoal e demais tributos, como também na assessoria por meio de pareceres para negociações contratuais e minimização de demandas judiciais.”

Outras atividades presentes nas rotinas da gestão de condomínios tornam necessária uma assessoria jurídica, como preparativos para assembleias, revisão de custos, cobranças e cotas extras, pagamentos de funcionários, de tributos e demais encargos, verificação de contratos de empresas terceirizadas para manutenção e limpeza do condomínio, locação de espaço do condomínio para colocação de antenas de telefonia e publicidade, ou seja, atividades inerentes ao cotidiano da administração.

O advogado ainda salienta que “durante a assembleia condominial é comum surgir algumas dúvidas, que refletem na esfera jurídica, sendo importante a presença de um profissional da área para o esclarecimento e se for o caso aprovação do respectivo pleito na própria assembleia e podem ocorrer ainda, demandas trabalhistas, cíveis ou fiscais contra o condomínio.”