É o momento de investir em imóvel?

foto_3-1

 

 

Rodrigo Viegas é bacharel em Direito e proprietário da Many Imóveis

 

 

Muitos me perguntam se é um bom momento de investir em imóveis na capital do nosso Estado. Eu não só afirmo que é um bom momento como digo que “é o momento”.

Nos últimos meses, temos visto um movimento bem coerente do mercado imobiliário tentando superar o ano de 2016 e buscando novas alternativas de negócios, buscando inovação e até mesmo uma nova forma de atender. Acredito verdadeiramente que o momento é de aprendizado, aprendizado para todos os operadores do mercado imobiliário e para todos os consumidores, onde ambos estamos passando o ano de 2016 com uma “ bagagem” maior.

No que diz respeito às oportunidades de negócios, são notórias as ofertas, o que aparentemente por si só já seriam um bom negócio quando se fala em DESCONTO, afinal de contas, quem não gostaria de pagar um pouco menos naquele imóvel dos sonhos? Porém as empresas do setor estão indo além, construtoras, incorporadoras, imobiliárias e os corretores de imóveis estão buscando de um jeito ou de outro, inovar, o que torna a sensação de se relacionar no mercado imobiliário passível de uma verdadeira “ experiência “ .

O interessado em comprar um imóvel tem se deparado com várias ofertas na cidade, e muitas das vezes nos perguntam: “Mas será que em 2017 não irão melhorar os preços ? “Será que devo esperar o momento certo”? . Nessa hora me vem a cabeça aquela velha máxima da economia “OFERTA E PROCURA” que aprendi ainda na escola: Se tem muita oferta de “tomate”, o preço do tomate cai, se tem pouca oferta ele tende a subir, isso acontece em todos os mercados e não é diferente no mercado imobiliário.

Com dados recentes da ADEMI-AM ( ASSOCIAÇÃO DAS EMPRESAS DO MERCADO IMOBILIÁRIO DO AMAZONAS ) temos em Manaus uma média de 3,5 mil imóveis disponíveis para negócios e estamos vendendo com uma velocidade média de 250 imóveis por mês, logo se pegar o que ainda temos e dividirmos pela média que eles vem sendo comercializados, em aproximadamente 14 meses não teríamos mais imóveis na cidade, logo com a oferta menor os valores tendem a subir um pouco.

Por isso, acredito que o momento de ofertas, o momento de novos modelos de negócios, além de um consumidor cada vez mais ativo e antenado em suas reais necessidades, fazem do mercado imobiliário, um mercado bem promissor que ainda será grande fonte de geração de emprego e renda no nosso Estado, e o nosso papel, profissionais do mercado imobiliário, será ainda mais importante em sermos agentes ativos para toda essa transformação.

Aproveite o momento, procure empresas especializadas e viva a EXPERIÊNCIA do mercado imobiliário.