Ayty planeja inaugurar novas incubadoras e firmar mais parcerias

Uma das primeiras incubadoras do Estado, a Ayty – Incubadora de Empresas do Instituto Federal do Amazonas (IFAM) tem proporcionado apoio à inovação, geração de novas tecnologias, negócios e empreendedorismo desde 2003. Durante 14 anos de existência, empresas de diversos segmentos passaram pelo processo de incubação gerando empregos diretos e indiretos.

Para dar continuidade à missão de oferecer capacitação tecnológica e gestão às micro e pequenas empresas, a Ayty tem como metas para 2017, ampliar e consolidar parcerias estratégicas com empreendimentos e incubadoras do Brasil. De acordo com a gestora da incubadora do IFAM, Maria Goretti Falcão, ainda no primeiro semestre deste ano, acontecerão visitas ao Parque de Desenvolvimento Tecnológico da Universidade Federal do Ceará (Padetec/UFCE) e à incubadora do Instituto Federal do Ceará (IFCE). “No início do ano, estivemos em Brasília e fomos às incubadoras de empresas da UnB (Universidade de Brasília) e UniCeub (Centro de Universitário de Brasília). Em maio, vamos aproveitar nossa ida ao Fortec (Fórum Nacional de Gestores de Inovação e Transferência de Tecnologia) para conhecer como essas instituições estão trabalhando e propor atividades conjuntas”, disse Falcão.

O reitor do IFAM, Antonio Venâncio Castelo Branco, ressaltou a importância das incubadoras na vida acadêmica e como elas fortalecem os novos empreendedores. “Vamos inserir o empreendedorismo na grade curricular dos nossos cursos técnicos. A vantagem de uma empresa incubada é que o empreendedor recebe todo o apoio técnico da AYTY e, principalmente, apoio na formulação de um plano de negócios consistente. Após um período, a empresa consegue seguir em frente sozinha e com sua estrutura solidificada”, disse Castelo Branco.

Ao longo de sua existência, a Ayty recebeu ideias inovadoras de 20 empresas distribuídas nas quatro modalidades de incubação no IFAM: Hotel Tecnológico (pré-incubação), Empresas Incubadas Residentes, Empresas Incubadas Não-Residentes e Associada (pós-incubação). Quando selecionados por meio de edital, os projetos recebem capacitações técnicas para empreender e orientações para o plano de negócio, além da utilização de infraestrutura e ocupação do espaço físico disponibilizado pelo Instituto. “A Ayty é uma incubadora mista com base tecnológica e tradicional, e busca estimular e apoiar a formação e consolidação de empresas com ideias inovadoras em aspectos tecnológicos, gerenciais, mercadológico e de recursos humanos”, explicou Falcão.

Alunos do Campus Parintins em visita à Incubadora de Empresas do Campus Manaus Centro

Por abrigar empresas de bases tecnológicas, a Ayty possui credenciamento no Comitê das Atividades de Pesquisa e Desenvolvimento da Amazônia (Capda), proporcionando às empresas a participação em projetos com as empresas do Polo Industrial de Manaus (PIM). “As empresas incubadas podem se beneficiar de recursos previstos em leis que tratam sobre a Lei da Informática e P&D (Pesquisa e Desenvolvimento) ”, destacou Falcão.

Atualmente, os campi Manaus Centro e Manaus Zona Leste abrigam incubadoras de empresas. Ainda este ano, serão inauguradas as incubadoras nas unidades de Parintins e São Gabriel da Cachoeira. Esta última já possui infraestrutura e empresas aguardando para serem pré-incubadas. Enquanto que a incubadora do Campus Presidente Figueiredo, encontra-se em implantação do hotel tecnológico, quando a ideia inovadora ainda encontra-se em fase inicial e recebe orientações sobre formação empresarial.

Empresas de sucesso

Das empresas que passaram pela Ayty, Falcão destaca a i9 Engenharia, HCAM Consultoria em TI, SoftFlex, Qualitá Consultoria Empresarial e El Mariachi, por terem ideias inovadoras e que conseguiram se manter após o período de incubação no IFAM. “Um caso de sucesso recente foi o El Mariachi – restaurante de comida mexicana, que esteve na incubadora durante a fase de Hotel Tecnológico, quando recebeu formação empresarial e incentivo de empresas com produtos e serviços empreendedores”, disse.

Empresas parceiras

A Ayty possui parceria com a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Rede Amazônica de Instituições em Prol do Empreendedorismo e Inovação (Rami) e Associação de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores.

Melhor incubadora regional

Durante premiação realizada no final de 2016, a Ayty conquistou o Prêmio Jaraqui Graúdo, na categoria Melhor Incubadora. Promovido pelo grupo Jaraqui Valley, o evento premia as melhores ações e agentes de empreendedorismo do Estado do Amazonas.