App ajuda na escolha de espécies e no cuidado do jardim

Cultivar plantas em casa está voltando a ser uma atividade corriqueira. O gesto que era comum na época das nossos avós e se perdeu ao longo dos anos devido às mudanças de hábitos e à diminuição dos ambientes, vem ganhando força novamente num momento em que as pessoas estão buscando por mais qualidade de vida em meio à correria das grandes cidades.

Apesar das restrições de espaço e da dificuldade em lidar com o clima, muitos moradores das metrópoles têm investido no cultivo de plantas e flores dentro de casa. Alguns separando até espaços específicos para a criação de jardins. Esse exemplo pode ser visto na cidade de São Paulo, onde muitas varandas ganharam um tom de verde com pequenas hortas e grandes prédios estão utilizando de jardins na cobertura, como é o caso do prédio sede da prefeitura.

Isso deixa claro que espaço não é mais um problema para quem gosta e deseja cultivar plantas. Mas criar um jardim vai além do ambiente, é preciso saber quais plantas são adequadas, quais são os cuidados específicos, os produtos a serem utilizados e, principalmente, a rotina que se deve ter para manter o jardim saudável e bonito.

Essa questão gerou demandas a serem solucionadas e, pensando nisso, que se criou o aplicativo para celular MeuJardim. Em setembro desse ano, Rafael Guasti lançou a plataforma na ExploFlora, em Holambra, e mostrou como o celular poderá ser a melhor ferramenta para o cuidado com as plantas.

O aplicativo possui uma interface simples e didática, que permite aos usuários cadastrados montarem seus jardins com as plantas que já possuem ou que têm interesse em comprar. A partir do cadastro das espécies, são criadas tarefas automáticas para o cuidado dessas plantas, com notificações sendo enviadas no período certo que a atividade deve ser feita. As principais tarefas são: época correta e frequência adequada de se adubar (alimentar) de acordo com o tipo de planta e o local em que ela está plantada, época correta de podar cada espécie e, se não for uma espécie perene, as melhores épocas do ano para fazer o replantio delas.

Além disso, há uma opção que você pode editar um alarme para irrigação, de acordo com a necessidade do solo, a drenagem dos vasos ou a região em que está. Ou seja, com o aplicativo não tem mais desculpas para deixar uma planta morrer.

Outro ponto importante do MeuJardim é a quantidade de informações sobre as espécies que ele tem cadastrado em seu acervo. São mais de 2.000 espécies diferentes, o que permite ao usuário descobrir cuidados específicos para a planta que cultiva e ainda descobrir os melhores fertilizantes a serem utilizados nela, assim como onde encontrá-los. São indicações pontuais e recebidas diretamente no celular, como se você tivesse um jardineiro virtual.

O interesse pela área pode ser otimizado quando se encontra ajuda de ferramentas que deixam o trabalho mais simples e trazem melhores resultados. Melhor ainda quando essa ajuda vem direto de um celular, objeto indispensável e muito utilizado por todos. É claro que só a tecnologia não é suficiente para que as plantas cresçam e floresçam, é preciso seguir as orientações e sujar as mãos na terra. Mas quem não gosta disso?